"Pago IPVA mas a rua está cheia de buracos!"

By
Muito provavelmente você já passou por essa situação: estar dirigindo seu carro ou moto e de repente BLAM, você passa com a roda dentro de um buraco gigante, uma verdadeira cratera no asfalto. Revoltado da vida, seu primeiro pensamento é: "Maldição! Pago meu IPVA e não tapam esses buracos!". Bem, caro leitor, sinto muito informar, mas vou te contar uma coisa que pouca gente sabe: o dinheiro arrecadado com o IPVA não é destinado à manutenção de ruas e estradas ou ao Detran. Pois é, por mais absurdo que pareça, isto é verdade. Vamos entender o porquê disso:


IPVA é um Imposto

De acordo com a Constituição Federal, os impostos não podem ser vinculados a uma despesa específica, ou seja, o dinheiro arrecadado com o IPVA não pode ser utilizado apenas no trânsito. Cabe aos estados decidir em qual local o dinheiro deve ser aplicado, seja na educação, construção de hospitais, habitação ou mesmo na malha viária / trânsito.

Além disso, a CF prevê que metade do valor arrecadado pelo estado com o IPVA vai para o município em que o veículo está registrado. Ou seja, quando vemos diversas pessoas registrando seu carro em outros Estados para pagar um IPVA mais em conta (por ex, Espirito Santo), o dinheiro vai para a cidade onde o veículo foi registrado, ou seja: sua cidade terá ainda menos dinheiro para a manutenção de serviços que você utiliza.

O ideal seria que as alíquotas fossem tabeladas a nível nacional, e não de estado para estado, de modo que não houvesse essa busca insaciável por um IPVA mais barato. Realmente ficamos revoltados ao saber que pagamos 4% de IPVA para carros aqui no Rio de Janeiro, enquanto no Espírito Santo se paga 2%.

O que fazer para que tapem os buracos da minha rua?

Bom, agora que já te dei essa notícia ruim, vem a notícia boa: todo cidadão tem o dever e o direito de exigir das autoridades que a manutenção viária seja feita. E isso não é complicado: basta ir a câmera dos vereadores de seu município e apresentar suas reivindicações no gabinete de um vereador. Infelizmente temos a cultura de pensar "ah, se eu reclamar eles nunca farão nada" e não tomar atitude nenhuma, e é justamente por isso que nada é feito. 

Se mais e mais pessoas começarem a perturbar um vereador (que é muito bem pago para ouvir os anseios da população), rapidamente ele fará o que for necessário para que uma solução seja apresentada. Temos que parar de reclamar ao vento e tomar atitudes, mesmo que seja para tapar um simples buraco na estrada.

Bem, agora você já sabe que o pagamento do IPVA não é garantia de rodovias lisinhas e sem buracos, e que tudo depende de política, e isso também de você. Se tiver alguma dúvida, pergunte!

IPVA mais caro do Rio é de R$ 140.630 - confira a lista dos mais caros de 2018

By
Enquanto a grande maioria da população motorizada se esforça para pagar o IPVA 2018, alguns bem afortunados daqui do Rio de Janeiro têm uma conta bem mais alta que a nossa, proporcional ao veículo (e a renda) que possuem.

A Secretaria de Fazenda do RJ divulgou a lista do valor venal dos carros para que seja calculado o IPVA RJ 2018, e veículos gasolina/flex possuem a alíquota de 4% deste valor. Agora chega de papo, e vamos direto à lista dos IPVAs mais caros do Rio de Janeiro em 2018!

5º IPVA mais caro do RJ:  Lamborghini Aventador, ano 2014 - R$ 118.776,60

Valor do carro: R$ 2.969.415

4º IPVA mais caro do RJ:  Ferrari F12 TDF, ano 2016 -  R$ 122.834,04 

Valor do carro: R$  3.070.851 

3º IPVA mais caro do RJ: Lamborghini Aventador, ano 2015 -  R$ 127.354,92 

Valor do carro: R$  3.183.873 

2º IPVA mais caro do RJ:  Ferrari FF, ano 2016 -   R$ 130.882,76 

Valor do carro: R$  3.272.069

E o IPVA mais caro do RJ é:  Lamborghini Aventador, ano 2016 -  R$ 140.630,08 


Valor do carro: R$ 3.515.752 

Veja a lista completa com os carros com valor venal acima de R$ 1.000.000:


Curiosidades sobre o IPVA:

  • Com o valor do IPVA de uma Lamborghini Aventador 2016 (R$ 140.630,08) você poderia comprar 4 Renault Kwid e ainda sobraria dinheiro para encher o tanque deles por um bom tempo.
  • Dos 45 carros de maior IPVA, a grande maioria é composta por carros italianos: Lamborghini e Ferrari.
  • Carro mais novo não significa IPVA mais caro: repare que um Porsche 911 Turbo S de 2017 (R$ 41.743 de IPVA) sai mais em conta que um carro 8 anos mais velho, uma Mercedes SLR 2009 (R$ 53.227 de IPVA) 

E os veículos pesados de transporte, pagam IPVA?

Boa pergunta! Sim, todos pagam. Como a alíquota incidente é de apenas 1%, o IPVA acaba sendo mais em conta que os de carros convencionais. Ainda assim, há IPVAs caríssimos nessa área, como por exemplo o do guindaste Liebherr LTM 1500 de 8 eixos (foto abaixo), ano 2010, que pagará ao Estado do RJ o imposto no valor de R$ 36.076,07! 

Seu carro entrou na lista acima? Conte pra gente! :)

Equipe IPVA RJ

Você realmente sabe o que é o IPVA?

By
Todo fim de ano é a mesma história: separar o 13º salário para pagamento de despesas extras, entre elas, o famoso IPVA. Todo mundo que possui um veículo automotor fica obrigado a pagar o imposto, sob pena de levar multas administrativas e até mesmo ter sua moto ou carro apreendido e leiloado para pagar o dívida. Mas afinal, você sabe como surgiu o IPVA? Continue com a gente e aprenda!

O que é o IPVA?

A sigla do imposto significa Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores. Este imposto é baseado na Constituição Federal, em seu art 155, III. Compete apenas aos Estados e ao Distrito Federal o recolhimento de impostos  sobre a propriedade automotora.

IPVA - Histórico e Criação

No nosso Estado do Rio de Janeiro, o IPVA foi instituído no ano de 1985, pelo então secretário da Fazenda, César Maia. Antes do IPVA, o que se pagava era a Taxa Rodoviária Única (TRU), vinculada apenas ao sistema de transportes terrestres. Tudo que era arrecadado pela TRU devia obrigatoriamente ser investido no sistema de transportes. Porém, para aumentar a arrecadação e desvincular os gastos, a TRU foi extinta e logo depois foi criado o IPVA, que abrange desde carros e motos a até jetskis, trens e aviões de lazer e, por ser imposto, não há necessidade de vinculação de gastos (o Estado define onde investirá o dinheiro).

IPVA - Arrecadação

Até o fim do ano passado, o Estado do Rio de Janeiro arrecadou com o IPVA o valor de R$ 1.515.998.830. Sim, você leu certo: UM BILHÃO E MEIO DE REAIS a mais nos cofres do Estado do RJ, só com o IPVA. Esse valor é 91% maior do que foi arrecadado em 2010. Em 7 anos, a arrecadação praticamente dobrou.  Como se consegue entrar em uma crise financeira com uma arrecadação destas? Fica a pergunta no ar...

Agora que você aprendeu um pouco mais sobre o IPVA, comente abaixo! O que você faria para melhorar as condições das nossas ruas e estradas?

Equipe IPVA Rio